You Oughta Know. Ontem fui ao show da Alanis Morissette, aqui em Sampa. Alegrias e êxtases à parte, concluí que comprei o ingresso meio instintivamente: hoje em dia nem a acompanho tanto, mas Jagged Little Pill  foi o primeiro CD que comprei com meu dinheiro. Ou melhor, com as moedinhas que eu juntava pela casa, nos idos de 1997. O lançamento foi em 1995, mas só dois anos depois eu, em meus áureos 12 anos, ouvi falar de uma canadense maluca, cheia de tiques, que eu via balançar os cabelos em clipes da MTV (quando ainda passavam clipes lá…). Lembro de uma sensação de liberdade intensa e transgressão, quando eu ligava a TV pra vê-la e quando escolhi o CD no catálogo da Mesbla. Hits como Perfect e Forgiven traduziam uma rejeição adolescente que fazia todo o sentido pra mim.

You Learn. Na realidade, é assim: se você sobreviveu à adolescência, poucas coisas podem te derrubar. É uma fase tão auto-destrutiva e tão cheia de novidades encantadoras que se torna desequilibrada e perigosa. Acho que já tenho medo da adolescência dos meus filhos, por tudo que eu mesma passei e aprontei…

Pra quem curte, vale uma espiadinha nos vídeos do show. A energia era contagiante e a seleção das músicas, precisa. Definiu bem a evolução da maturidade musical dela, depois de sete CDs. Enjoy it!

Advertisements