Tem coisas na vida que não dá pra explicar. Ser ativista é uma delas.
As sensações que correm pelo nosso corpo durante um protesto por algo que você realmente acredita, a adrenalina pulsando, tudo é muito indescritível. Seja carregando uma simples faixa ou acorrentando-se em algum lugar, não importa: a carga emotiva é a mesma e a intenção também.
Nesse momento, mais de cem ativistas – dentre eles dois brasileiros – ocupam cinco usinas de carvão na Itália. O protesto, que já dura mais de 35 horas, pretende chamar a atenção dos líderes do G8 reunidos em L’áquila, para a urgência das mudanças climáticas. Fico imaginando a satisfação dessas cem pessoas e como deve estar complicado permanecer nesse teste  de nervos e de resistência. Meus mais sinceros parabéns a todos eles que, de forma não-violenta, chamam a atenção de nossos governantes.
Você pode acompanhar postagens dos ativistas que estão a mais de 250 metros de altura no blog Making Waves, e também participar da movimentação do Twitter. O objetivo é informar o maior número de pessoas sobre as atividades e sobre o aquecimento global. Coloque o tópico #climateaction no seu Twitter e espalhe essa ação globalmente!
Confira algumas imagens do protesto no vídeo abaixo:

Tem coisas na vida que não dá pra explicar. Ser ativista é uma delas.

As sensações que correm pelo nosso corpo durante um protesto por algo que realmente acreditamos, a adrenalina pulsando, tudo é muito indescritível. Seja carregando uma simples faixa ou acorrentando-se em algum lugar, não importa: a carga emotiva é a mesma e a intenção também.

Nesse momento, mais de cem ativistas – dentre eles dois brasileiros – ocupam cinco usinas de carvão na Itália. O protesto, que já dura mais de 40 horas, pretende chamar a atenção dos líderes do G8 reunidos em L’áquila, para a urgência das mudanças climáticas. Fico imaginando a satisfação dessas cem pessoas e como deve estar complicado permanecer nesse teste  de nervos e de resistência. Meus mais sinceros parabéns a todos eles que, de forma não-violenta, chamam a atenção de nossos governantes.

Você pode acompanhar postagens dos ativistas que estão a mais de 250 metros de altura no blog Making Waves, e também participar da movimentação do Twitter. O objetivo é informar o maior número de pessoas sobre as atividades e sobre o aquecimento global. Coloque o tópico #climateaction no seu Twitter e espalhe essa ação globalmente!

Dá uma olhada nas imagens do protesto:

Advertisements