Copenhague passou, e a gente ficou. Uma roda de Fusca na lama: girou, girou, fez barulho, cheirou a pneu queimado, e nada.

O ano de 2009 já terminou. Será que a gente fez alguma coisa pra mudar o mundo em que vivemos? Será que o meu e o seu esforço foram suficientes para correr atrás de um prejuízo que às vezes nem foi a nossa geração que causou e que vai ser muito, muito pior para nossos filhos?

Em sua grande maioria, a humanidade permanece estagnada ou ignorante à urgência de resgatar um planeta que pede socorro. Que tipo de explicação lúdica ou de disseminação de informação nossa raça precisa para entender o que os mais simples seres vivos fazem sem pestanejar? Respeitar e preservar o meio ambiente é o mínimo: o desenvolvimento e progresso saudáveis são consequências dessas práticas. Se nem cuidar de nossos povos conseguimos, que dirá isso. Assim não vai dar.

Façam suas apostas. A minha é de um futuro consciente e justo. Porque eu ainda sonho.

Advertisements